GESTÃO DA MUDANÇA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS- OUTUBRO 2017

26 Out, 2017

As organizações estão em permanente mudança. As razões para que tal aconteça podem derivar de diversos fatores, sejam estes tecnológicos, humanos ou de processos, as mudanças ocorrem pelas exigências dos clientes, fornecedores, produtos, logística, burocracias, entre outras.

Cada empresa ou organização tem uma cultura própria. É com base nessa cultura que se conseguem identificar alguns dos pontos fundamentais da gestão, tendo em atenção aspetos como as qualificações dos recursos, a capacidade desses mesmos em perceber as mudanças e a maturidade em gestão dos processos.

Posto isto, é fundamental preparar ações que definam os objetivos das mudanças a implementar.

Que Ações devem ser levadas em conta:
  • Dar a conhecer a mudança;
  • Mostrar os objetivos do processo;
  • Antecipar os resultados e benefícios esperados;
  • Identificar as dificuldades, problemas e desesperos do processo de mudança;
  • Implementar com rigor e flexibilidade;
  • Implementar com tempo para formar e qualificar as pessoas;
  • Dar a maturidade suficiente para a mudança ser conseguida e a nova cultura passe a ser regra.
Tipos de mudança numa organização:
  • Alterações informáticas (Sistémicas);
  • Alterações nos processos e procedimentos;
  • Adaptação a novos mercados;
  • Adaptação a novos produtos;
  • Responder ao mercado e inovar;
  • Alteração nas estruturas hierárquicas e responsabilidades;
  • Alterações na gestão acionista;
  • Entre outras.

O ser humano, por natureza, é adverso às mudanças. Ninguém gosta de mudar hábitos, no entanto, ao longo da evolução da sociedade tudo foi mudando, seja pela natureza, por novas descobertas, por inovação ou tendências.

A maioria das pessoas nas organizações não gosta de sair da sua zona de conforto, criando sempre uma desconfiança e receio de inadaptação. Para isso, a Gestão da Mudança tem de ser madura e capaz de perceber que, nem toda a organização, está no mesmo nível de perceção das necessidades ou problemas.

O impacto da atitude das pessoas num processo de Mudança das organizações, é fundamental para o sucesso e rapidez dessa Gestão. Se a organização tiver uma atitude positiva e disponível para a alteração que irá ocorrer, então estão num nível de maturidade que lhe permite ultrapassar as dificuldades da Mudança mais facilmente.

Caso a organização tenha vários focos de atitudes negativas, esses focos podem influenciar negativamente os demais, criando a ilusão de dificuldades ou sobrevalorizando os problemas de uma alteração ao modelo atual.

A pergunta que se deve colocar é: Qual a organização que sobrevive, ao longo dos anos, sem se adaptar de forma flexível às necessidades e oportunidades?

Se uma organização ou um indivíduo não se adaptar e não conseguir obter sucesso na gestão das mudanças do dia-a-dia, mais tarde ou mais cedo, vai estar desatualizada/o e despreparada/o, o que pode originar a perda da posição de domínio e poderá por em causa a sua “utilidade” futura no seio da sociedade.

 

“Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças.”

Charles Darwin

Descarregar PDF