GESTÃO VISUAL- MAIO 2018

14 Mai, 2018

Num mercado cada vez mais competitivo e exigente, as empresas são direcionadas a encontrar alternativas para promover uma gestão eficiente.

Esta gestão requer a existência de uma comunicação confiável e transparente, com foco em resultados, feedback constante aos colaboradores integração de todas as equipas de trabalho. É neste sentido que surge o conceito de Gestão Visual, que pressupõe a exposição de dados à vista de todos, com padrões visuais claros e de fácil entendimento.

Nos armazéns e fábricas, a gestão visual é frequentemente utilizada. Neste caso, são aplicadas diferentes ferramentas, tornando mais simples o envolvimento de toda a equipa no processo de fabrico e no entendimento das regras e normas. Normalmente, as áreas do chão são marcadas e as prateleiras etiquetadas, facilitando a procura e organização. Por outro lado, todos os procedimentos são claramente identificados, assim como as principais instruções de utilização de um equipamento ou ferramenta.

Em termos de serviços, é mais desafiante aplicar este conceito. No entanto, todos os aspetos da gestão visual são relevantes, desde que se possa orientar uma equipa a seguir os processos necessários. Um processo mal gerido, com pouca compreensão de prioridades ou do contributo de cada colaborador, pode vir a ser redefinido. Esta redefinição passa pelo mapeamento do processo, por delinear as tarefas individuais e da equipa e por aplicar a gestão visual do fluxo definido.

 

CLIQUE AQUI PARA LER O ARTIGO COMPLETO